CINEMATECA - ...E O VENTO LEVOU (GONE WITH THE WIND)


E o Vento Levou (Gone with the Wind) foi lançado nos cinemas em 15 de Dezembro de 1939. Foi baseado no romance homônimo escrito por Margaret Mitchell, que fora publicado em 1936. Produzido por  David O. Selznick e dirigido por George Cukor, Sam Wood, William Cameron Menzies, Sidney  Franklin (todos não-creditados) e Victor Fleming (o único creditado).
O filme conta a história da mimada e caprichosa Scarlett O'Hara (Vivien Leigh) e de seu amor por Ashley Wilkes (Leslie Howard), que acaba se casando com a doce Melanie (Olivia de Havilland). Em meio a esses desencontros amorosos, Scarlett acaba despertando a atenção de Rhett Buttler (Clark Gable) um homem com uma reputação nada agradável, Scarlett porém o esnoba. Após enfrentar os horrores da guerra, perdendo entes queridos e dois maridos, além de se sacrificar por sua amada Tara, Scarlett acaba finalmente se rendendo aos encantos de Rhett, mas será que ela conseguiu dissipar Ashley de seu coração?
Margaret Mitchel, escreveu o romance entre 1926 e 1929, em sua concepção original a personagem se chamaria Pansy O'Hara. David O. Selznick comprou os direitos da adaptação para o cinema por US$ 50 mil, até então a mais alta quantia paga por um direito de adaptação. Como em toda produção, E o Vento Levou teve seus problemas de bastidores: George Cukor foi substituído por Victor Fleming, desagradando Vivien Leigh e Olivia de Havilland, que secretamente iam a casa do diretor demitido e ensaiavam o texto sob a influência dele. Victor Fleming chegou a sofrer um colapso nervoso e a direção foi dividida até o fim entre Sam Wood, William Cameron Menzies e Sidney Franklin, mas mesmo assim Fleming dirigiu a maior parte do filme, levando o crédito por toda a obra e o restante dos diretores não receberam qualquer menção.
Mais de 1.400 atrizes foram testadas para o papel de Scarlett O'Hara, inclusive Bette Davis foi um dos nomes cogitados para o papel. Como forma de consolo por não ter sido escolhida, foi produzido o filme "Jezebel" onde Bette Davis ganhou por seu desempenho seu segundo Oscar.
Após muitos e exaustivos testes, Vivien Leigh foi selecionada pelo próprio David O. Selzinick. De acordo com Laurence Olivier em sua autobiografia foi ele quem apresentou Vivien para David, recomendando-a para o teste, mencionando ter em mãos "a Scarlett O'Hara perfeita".
As filmagens ocorreram entre 26 de Janeiro de 1939 a 1º de Julho de 1939 com um material de 28 horas de produção.  A primeira cena a ser rodada foi o incêndio em Atlanta, foram rodados 113 minutos e para o material a ser incinerado foram usados cenários antigos de filmes como "King Kong" entre outros.  Foi o primeiro filme a cores a ganhar o Oscar de Melhor Filme.
Entre os rumores dos bastidores, circulava a informação de que Vivien e Clark se detestavam, inclusive ela teria dito que Clark Gable possuía mau hálito e que beijá-lo era torturante. Vivien trabalhou por 125 dias e recebeu US$ 25 mil, enquanto Clark Gable trabalhou por 71 dias e recebeu US$ 120 mil. Hattie McDaniel, foi a primeira atriz negra a ganhar um Oscar, compareceu a premiação, mas não pôde ir a Premiere por questões de descriminações raciais. Do elenco principal, a única atriz viva até esse determinado momento  é a atriz Olivia de Havilland com 100 anos, ironicamente tanto no romance, quanto no filme a sua personagem é a única que morre.
"E o Vento Levou" conquistou estatuetas nas seguintes categorias:
* Melhor Filme
* Melhor Diretor
* Melhor Atriz - Vivien Leigh
* Melhor Atriz Coadjuvante - Hattie McDaniel
* Melhor Direção de Arte
* Melhor Fotografia Colorida
* Melhor Edição
* Melhor Roteiro
* Prêmio Honorário - William Cameron Menzies
* Prêmio Técnico - Don Musgave
Indicações:
* Melhor Ator - Clark Gable
* Melhor Atriz Coadjuvante - Olivia de Havilland
* Melhor Som
* Melhor Trilha Sonora
* Melhores Efeitos Especiais

***
CINEMATECA - ...E O VENTO LEVOU (GONE WITH THE WIND) CINEMATECA - ...E O VENTO LEVOU (GONE WITH THE WIND) Reviewed by Rodrigo Veninno on 16:39 Rating: 5

6 comentários:

  1. Amei muito! Meu filme favorito! <3 Texto maravilhoso!

    ResponderExcluir
  2. Frankly, my dear, I don't give a damn... hehe.
    Gostei muito do teu texto, adoro esse filme. Graças à ele conheci uma das minhas melhores amigas, pois foi tendo ele como assunto em comum que começamos nossa amizade. Ah! Conheci teu blog agora graças a ela também que compartilhou ele no Facebook.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mário agradeço o comentário, que a amizade de vocês durem eternamente.
      Abraços.

      Excluir

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.