DICIONÁRIO RETRÔ - PIN-UPS

Entre os anos 30 e 60 elas reinaram absolutas, despertando os pensamentos mais libidinosos nos rapazes. Depois passaram por um período obscuro de ostracismo e esquecimento e agora estão de volta com o advento da internet e com o "revival" de tudo o que é retrô e vintage. Estou falando delas: as Pin-Ups. O termo Pin-Up foi documentado pela primeira vez em 1941 e se refere a desenhos, pinturas ou ilustrações feitas por imitação a fotos de mulheres que no final eram penduradas na parede, em forma de calendários. O termo "Pin-Up" significa "pendurado". Posteriormente devido a grande procura, esses tipos de pinturas começaram a serem produzidos em massa.
Muitas  pin-ups foram baseadas em celebridades consideradas sexys, um exemplo clássico: Betty Grable, que foi uma das mais populares dentre as "pin-ups", seus posters eram presença constante nos armários dos soldados durante a Segunda Guerra Mundial. Outras Pin-Ups eram trabalhos artísticos, baseados em versões idealizadas pelos homens, daquilo que seria uma  mulher extremamente atraente, realizando assim suas fantasias, pelo menos em forma de pintura.
Vale salientar que uma Pin-Up carregava consigo sempre um misto de ingenuidade e sensualidade, nunca beirando a vulgaridade, era esse o charme que enlouquecia os homens e despertava um pouco de ciúmes as mulheres. O gênero deu abertura à vários artistas especializados, como Gil Elvgren, Alberto Vagas, Geroge Petty e Art Frahm, assim  como mulheres que também fazem parte deste segmento como Olivia de Berardinis, Luma Rouge, Zoe Mozert, entre outras. A versão masculina das Pin-Ups é denominada de "beefcake" em breve falaremos aqui no blog.

Agora abaixo algumas fotos que mostram como funcionava o processo de criação de uma Pin-Up:








***
DICIONÁRIO RETRÔ - PIN-UPS DICIONÁRIO RETRÔ - PIN-UPS Reviewed by Rodrigo Veninno on 14:48 Rating: 5

3 comentários:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.