TOP 10 - ATORES DO CINEMA MUDO

Dias atrás, fizemos um Top 10 com atrizes do cinema mudo. E hoje mantendo a homenagem ao período silencioso, trazemos 10 atores que contribuíram e muito nesse período e firmaram  seus nomes na história do cinema.

Charlie Chaplin
Um dos nomes mais icônicos da história do cinema, tanto na era silenciosa, quanto na era falada. Charlie é considerado até hoje um gênio, escrevia, produzia e dirigia seus próprios filmes. Popularizou o personagem Carlitos, que aparece em diversos filmes.
Era um homem muito versátil, além de ator, era diretor, produtor, músico, dançarino, produtor, poeta, escritor, humorista, mímico e regente de orquestra.

Rudolph Valentino
Junto com Greta Garbo, Valentino integra um dos nomes mais enigmáticos do cinema. Após uma aparição em "The Four Horsemen of the Apocalyse" tornou-se um astro, surgindo a expressão "Latin Lover" que era usada para defini-lo.
Em 1921 protagonizou "The Sheik" imortalizando a sua aura misteriosa e sedutora dentro e fora das telas. Morreu aos 31 anos em 23 de Agosto de 1926, causando comoção e histeria.

Nils Asther
Um dos homens mais bonitos dessa fase do cinema. Foi um dos poucos atores que conseguiu passar da fase muda para a falada sem nenhum tipo de dificuldade. É mais conhecido pelo filme "The Bitter Tea of General Yen" onde foi dirigido por Frank Capra e atuou ao lado de Barbara Stanwyck. Fez dois filmes com Greta Garbo "Wild Orchids" e "The Single Standard".

John Gilbert
John Gilbert reinava absoluto na era silenciosa, fazendo muitos filmes de sucesso, inclusive alguns com Greta Garbo. "Flesh and the Devil" é considerado o melhor filme da dupla. Viu sua carreira declinar com a chegada do cinema falado. O estopim ocorreu ao confrontar o chefe da MGM Louis B. Mayer exigindo um salário maior, fato que culminou com a sua demissão do estúdio. Se afastou das telas em 1934.

Buster Keaton
Era chamado de "O Homem que nunca ri" pelo fato dos seus personagens possuírem a característica de expressão impassível, diferenciando-se de outros comediantes do período. Era considerado o principal rival de Charlie Chaplin, porém trabalhou com ele em 1952 no filme "Limelight" provando que tal rivalidade não passava de mera especulação. Mesmo tendo inovado o humor no cinema silencioso, seu estilo não resistiu com a chegada do cinema falado e acabou fazendo muitas participações secundárias em filmes, teatros e televisão.

Ramon Novarro
"Scaramouche" em 1923 foi seu primeiro grande sucesso. Em 1925 protagonizou a primeira versão de "Ben Hur", alcançando um grande patamar de sucesso, sendo considerado um 'Latin Lover" e rivalizando com Rudolph Valentino. Após a morte desse, Ramon tornou-se o ator latino mais importante da mídia e mesmo com a chegada do cinema falado, sua popularidade manteve-se em alta.

Douglas Fairbanks
Junto com Charlie Chaplin e Mary Pickford com quem era casado na época, fundou a United Artists. Era popularmente conhecido por seus papéis em filmes de capa e espada como "The Mark of Zorro",  "Robin Hood" entre outros.

Harold Lloyd
Considerado com Charlie Chaplin e Buster Keaton um dos maiores nomes masculinos do cinema mudo, chegou a fazer mais de 200 filmes, a maioria ainda na fase silenciosa.
Assim como Charlie e Buster, criou o seu próprio estilo de humor e personagem, um jovem franzino, desastrado e sempre usando óculos, acessório que percebeu ser  indispensável no figurino do personagem. Aposentou-se no final dos anos 40.

Oliver Hardy
Junto com Stan Laurel, formou uma das duplas mais icônicas e hilárias do cinema mudo: O Gordo e O Magro, parceria que durou de 1926 a 1950. Eles contracenaram pela primeira  em 1921, mas ninguém cogitou a hipótese de surgir uma parceria. Em 1927 já haviam feito 13 comédias de sucesso. Juntos fizeram 105 filmes.

Stan Laurel
Além de ator, era também escritor. Após a morte de Hardy, se afastou das telas e trabalhou como roteirista. O carisma da dupla era tão grande que ambos transitaram do cinema silencioso para o falado e fizeram filmes até 1950.

***
TOP 10 - ATORES DO CINEMA MUDO TOP 10 - ATORES DO CINEMA MUDO Reviewed by Rodrigo Veninno on 12:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.