CINEMATECA - O DOSSIÊ DE ODESSA (THE ODESSA FILE)

O Dossiê de Odessa (The Odessa File) é um filme de 1974 produzido na Alemanha e na Inglaterra, foi dirigido por Ronald Neame (já falamos dele aqui no blog), com roteiro adaptado do livro de mesmo nome, escrito por Frederick Forsyth. A história do filme começa em 22 de novembro de 1963, dia em que o presidente Kennedy foi assassinado. Peter Miller (Jon Voight), um repórter alemão, segue uma ambulância e descobre que dentro dela havia um corpo de um judeu chamado Solomon Tauber (Towje Kleiner), sobrevivente do holocausto, que supostamente cometera suicídio.
O delegado encarregado do caso Karl Braun (Gunnar Möller), entrega a Miller vários manuscritos que foram encontrados ao lado do corpo de Tauber e garante que ali não existe história alguma para ser contada. Os manuscritos contavam detalhadamente fatos sobre os campos de concentração, além de relatos de Tauber sobre seus amigos mortos e sobre os assassinos que ficaram livres e impunes.
Tauber conta ainda sobre sua ida ao campo de concentração e sobre como conheceu Eduard Roschmann (Maximilian Schell), o chefe da SS conhecido como "O Açougueiro", pois para ele os judeus valiam mais mortos do que vivos. Em 1944 Roschmann, após se desentender com um capitão nazista, o baleou pelas costas. Após ler o relato, Miller tenta achar Roschmann, sem imaginar que se defrontaria com uma organização secreta chamada ODESSA, que aceitava oficiais ligados a Hitler. Entre esses oficiais, está Roschmann que vive com uma nova identidade.
Frederick Forsyth usou de algumas características próprias para compor a personalidade de Miller ao escrever o livro. Assim como o protagonista do livro, Frederick foi jornalista, atuou como repórter de rádio e televisão da BBC. Foi correspondente da Agênci Reuters e cobriu a guerra entre Nigéria e Biafra em 1967 para a revista Time. Chegou  a trabalhar em diversos países como Checoslováquia e Alemanha Oriental.
Roschmann realmente existiu e o lançamento do filme e do livro, reforçaram mais ainda as buscas de seu paradeiro. Antes de ter sua prisão decretada, Roschmann foi encontrado morto na América do Sul, onde se refugiou por muito tempo. No livro e no filme, a divulgação do dossiê levou alguns ex-membros da SS à justiça.
A sigla ODESSA significa "Organisation der ehemaligen SS Angehörigen" (Organização de Formação de Membros da SS) e SS é uma abreviação de Schtzstafell, que significa "esquadrilha de proteção". Fundada em 1925 com intuito de proteger Hitler e os dirigentes nacional-socialistas alemães.

"O Dossiê de Odessa" é um dos lançamentos desse mês da Classicline. Clique na capa para saber mais informações ou para comprar:

***
CINEMATECA - O DOSSIÊ DE ODESSA (THE ODESSA FILE) CINEMATECA - O DOSSIÊ DE ODESSA (THE ODESSA FILE) Reviewed by Rodrigo Veninno on 19:50 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.