FEUD E A HUMANIZAÇÃO DE DUAS DAS MAIORES LENDAS DE HOLLYWOOD

Quando Ryan Murphy anunciou que traria uma nova série sobre confrontos entre pessoas famosas e que a primeira temporada seria sobre a famosa rivalidade entre Bette Davis e Joan Crawford, nos bastidores de "O Que terá Acontecido a Baby Jane?" (What Ever Happened to Baby Jane?), os cinéfilos e fãs das duas divas e atrizes, foram à loucura (eu me incluo nessa). Ainda mais pelo fato de Susan Sarandon e Jessica Lange interpretarem Bette e Joan respectivamente.
A maioria das pessoas esperavam que durante os oito episódios, haveriam grandes doses de sarcasmo e ironia, além do esperado sensacionalismo, porém Ryan e sua equipe conseguiram surpreender a todos os espectadores e fizeram algo muito além das picuinhas: humanizaram Bette Davis e Joan Crawford. Mostrando que atrás da imagem que ambas construíram, existiam duas mulheres que sofreram e que foram muito machucadas, graças ao regime machista e cruel que Hollywood impunha naquela época.
Quem conhece Bette e Joan, sabe que a história de vida de ambas são muito parecidas e a série chega a mostrar isso: ambas foram exploradas por familiares, ambas tinham relacionamentos conflituosos com os filhos e em determinados momentos ambas colocavam a carreira acima de qualquer coisa, além de ambas sofrerem muito com o fator de envelhecerem e serem postas de lado por Hollywood e terem de lutar de todas as formas para conseguirem trabalho, inclusive Bette chegou a colocar um anúncio em um jornal pedindo emprego, o que pra mim é uma atitude muito admirável, já que Bette era uma pessoa bastante dura e ao fazer isso prova que ela teve que deixar o orgulho de lado e que sua profissão era mais importante.
O interessante da série não é só focalizar a rivalidade, mas sim mostrar todo o contexto, mostrar a atitude das pessoas que as rodeavam e nos mostrar como elas foram usadas e manipuladas em nome da publicidade e dos lucros de bilheteria e após o sucesso, serem descartadas e isso não ocorria apenas com as duas, mas sim com praticamente todos os astros e estrelas daquele período. Outro fator importante foi o cuidado em retratar Joan Crawford, já que temos uma visão bastante negativa sobre ela, graças ao filme "Mamãezinha Querida"  (Mommie Dearest) feito no início dos anos 80, baseado no livro de memórias de sua filha mais velha Christina. Tanto o filme, quanto o livro, mancharam bastante a imagem de Joan Crawford, que ficou mais de 30 anos sem justiça. A série mostra que Joan possuía sim seus defeitos, mas que não era uma megera-histérica-caricata, como o filme de 1981 mostra, mostra que Joan era uma pessoa como qualquer uma de nós.
A série mostra também como as mulheres no geral eram tratadas pelo sistema de Hollywood e como muitas se recusaram a serem diminuídas e passaram a lutar por mais respeito e por mais direitos. Naquela época, eram poucas as mulheres, que conseguiam um cargo de respeito e autoridade, principalmente na direção de filmes. A série em si tem um tom bastante feminista, o que é ótimo. Teve boa parte dos oito episódios dirigidos por mulheres, entre elas a atriz Helen Hunt, além das próprias Susan e Jessica, serem produtoras da série.
Bette e Joan foram mulheres extraordinárias e importantes, tanto para a história do cinema, quanto para o próprio feminismo, foram mulheres fortes, decididas e que sempre lutaram pelo seu lugar ao sol, foram mulheres a frente do seu tempo, cada uma à sua maneira. Vejo que às vezes algumas pessoas gostam muito de evidenciar Bette e ao mesmo tempo inferiorizar Joan, isso é errado e desnecessário. Ambas foram e continuam sendo importantes e servem ainda de inspiração para as novas gerações que a estão conhecendo-as graças  a série e graças a maioria dos seus filmes, que vão continuar por muito tempo sendo imortais e atemporais.
Uma frase dita durante um dos episódios, reflete bem sobre a proposta da série: "Conflitos não são sobre ódio, são sobre dor." E a gente sente em cada episódio, um pouco dessa dor.
***
FEUD E A HUMANIZAÇÃO DE DUAS DAS MAIORES LENDAS DE HOLLYWOOD FEUD E A HUMANIZAÇÃO DE DUAS DAS MAIORES LENDAS DE HOLLYWOOD Reviewed by Rodrigo Veninno on 11:23 Rating: 5

2 comentários:

  1. Só assisti o primeiro episódio e adorei, depois esqueci o canal q passou e os horários , tive compromissos, e fiquei num hospital, ñ deu p\a assistir, vcs saberiam dizer se vão reprisar, e qual canal..(interrogação) ficaria tão feliz de ver, tá tão bem cuidada a direção e as intepretações, da Susan e da Jessica..ficou na mendida..nada de megeras, eram exploradas e mandam bala p\a sobreviver..era necessário ficar mais,e garantir bons roteiros..valeu, adorei o artigo,
    \att\; Cristiana richer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cristina, primeiramente obrigado pelo seu comentário, a série se não me engano passa no canal FX e também no Fox Premium, o horário não sei te dizer.

      Excluir

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.