CINEMATECA - AS IRMÃS (THE SISTERS) (1938)

Após finalizar "Jezebel", filme que lhe daria seu segundo e último Oscar, Bette Davis recusou dois papéis, em dois filmes que ela julgava serem inferiores e medíocres. Tal decisão resultou em uma suspensão temporária. Após cumprir essa suspensão, Bette recebeu o convite para "As Irmãs" (The Sisters) e se encantou pelo papel de Louise. Mas Bette não havia sido a primeira opção para Louise: chegaram a cogitar Miriam Hopkins, Kay Francis e Irene Dunne. Kay Francis foi descartada e rebaixada a filmes duvidosos até o fim do contrato com a Warner, enquanto Irene acabou dando vida à Louise em uma adaptação de rádio em 1939. Curiosamente Irene recusou o papel para a versão cinematográfica, abrindo assim caminho para Bette Davis, que prontamente aceitou.
O filme tem partida no ano de 1904, em um baile na noite de eleições. No baile se encontram as irmãs Louise (Davis), Helen (Anita Louise) e Grace (Jane Bryan). Durante o baile Frank (Errol Flynn) convida Louise para dançar e o casal acaba se apaixonando. Por impulso, ambos decidem fugir e se casam. Após se casarem, eles se mudam para São Francisco, porém uma tragédia ocorre e faz com que Frank se torne um alcoólatra. Frank acaba fugindo em um navio e decide buscar um novo rumo para sua vida, deixando Louise para trás. Na noite de sua fuga, um terremoto assola São Francisco e Louise acaba perdendo o apartamento. Após essa sequência de desgraças, dois anos se passam e Louise prospera em uma loja de departamentos. Ao retornar para sua cidade natal, atendendo ao pedido de ajuda de Grace, Louise percebe que cada uma de suas irmãs vive uma crise em seus casamentos. Enquanto isso, Frank retorna para São Francisco, em busca de Louise, afim de obter uma nova chance.
O filme foi produzido e dirigido por Anatole Litvak, que na época era casado com Miriam Hopkins, um dos maiores desafetos de Bette. Durante as gravações, surgiram rumores de que Bette e Litvak estavam tendo um caso. Tais rumores fizeram com que o ódio que Miriam sentia de Bette crescesse mais ainda e a rivalidade atingiu um dos seus ápices. Anos mais tarde as duas fariam juntas dois filmes e durante as gravações viveriam grandes embates. O caso entre Bette e Litvak se tornaria concreto durante as gravações de "Tudo Isto e o céu Também" (All This, and Heaven Too) em 1940, quando Litvak já se encontrava separado de Miriam. O roteiro escrito por Milton Krims, foi baseado no romance de mesmo título, publicado em 1937 de Myron Brinig.
Primeiro filme que Bette e Errol Flynn fizeram juntos. Inicialmente quem receberia um grande destaque seria Errol, porém Bette bateu de frente e exigiu um destaque maior ou igual ao companheiro de cena, com isso, o estúdio apresentou o filme com o seguinte slogan: "Pela primeira vez, duas grandes estrelas reunidas: Errol Flynn e Bette Davis". Anos mais tarde a dupla se reencontrou em "Meu Reino por um Amor" (The Private Lives of Elizabeth and Essex), dessa vez com Bette tendo total destaque nos créditos.

"As Irmãs" foi lançado pela Classicline. Clique na capa, para maiores informações ou para comprar:


***

CINEMATECA - AS IRMÃS (THE SISTERS) (1938) CINEMATECA - AS IRMÃS (THE SISTERS) (1938) Reviewed by Rodrigo Veninno on 03:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.