CINEMATECA - SERÁ QUE ELE É? (IN & OUT)

"Será que Ele é?" (In & Out) é um dos filmes que sempre está presente em listas sobre filmes LGBT+ dos anos 90, década em que foi o boom para filmes desse gênero (boa parte comédias). O filme foi baseado em um evento real, com pequenas modificações: Ao receber seu Oscar por "Philadelphia", Tom Hanks durante o discurso, agradeceu um antigo professor seu e um ex-colega de classe: ambos gays. No caso tanto o professor, quanto o ex-colega de Hanks, eram gays assumidos e antes do discurso, Hanks pediu autorização a ambos, para mencioná-los no discurso. O evento passou despercebido, mas serviu de base para a construção do roteiro de "In & Out".
Dirigido por Frank Oz, o filme tem partida na cerimônia do Oscar, onde o ator Cameron Drake (Matt Dillon), no discurso de agradecimento, cita seu antigo professor Howard (Kevin Kline) e menciona que ele é gay. Tal evento faz com que a cidade do professor entre em polvorosa e Howard passa a ter sua vida perseguida pela mídia e sua sexualidade é posta em dúvida por sua noiva Emily (Joan Cusack) e por seus pais (Debbie Reynolds e Wilford Brimley). Não bastando isso, chega na cidade um jornalista chamado Peter (Tom Selleck), que decide ficar para cobrir o casamento de Howard e Emily, porém Peter acaba deixando Howard com dúvidas sobre sua sexualidade.
Kevin Kline não foi a princípio a primeira opção para desempenhar Howard. Frank Oz havia cogitado Steve Martin, ator com quem trabalhava sempre que possível, porém Steve não estava disponível. Algumas situações do filme foram escritas com Steve Martin em mente para o papel, com sua recusa, houveram algumas alterações, mas Kevin Kline conseguiu se sair bem em algumas situações escritas especialmente para Steve e que não puderam ser alteradas no roteiro original. Joan Cusack, irmã do ator John Cusack, recebeu sua segunda indicação ao Oscar. A primeira havia sido por seu desempenho em "Uma Secretária de Futuro" (Working Girl). O filme conta também com Tom Selleck, que raspou seu bigode, sua marca registrada.
O filme foi lançado em um período em que os personagens gays começaram a ganhar mais destaque e mais humanidade, tanto nos cinemas, quanto na televisão. Dois meses depois da estreia do filme em 1997, foi lançado "O Casamento do Meu Melhor Amigo", onde temos Rupert Everett que mesmo não sendo o protagonista, desempenha um papel bastante importante: o amigo gay da protagonista. Ellen DeGeneres se assumiu lésbica em abril do mesmo ano, durante a exibição do seu show televisivo. No ano seguinte estreava na televisão "Will & Grace" uma das maiores séries pro-LGBT da televisão americana. Anteriormente, na mesma década tivemos "Philadelphia", "Priscilla, a Rainha do Deserto" (The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert), "Para Wong Foo" (To Wong Foo) e "A Gaiola das Loucas" (The Birdcage), este último, refilmagem de um clássico franco-italiano dos anos 70. Quatro filmes importantes, cada um a sua maneira, ao trazerem personagens LGBT para os holofotes, após a epidemia da AIDS, nos anos 80 onde os homossexuais foram marginalizados por causa da doença.
"Será Que Ele É?" está de volta ao mercado, sendo relançado pela Classicline em exclusividade com a Livraria Cultura. Clique na capa, para maiores informações ou para comprar:


***

CINEMATECA - SERÁ QUE ELE É? (IN & OUT) CINEMATECA - SERÁ QUE ELE É? (IN & OUT) Reviewed by Rodrigo Veninno on 06:06 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.