DICIONÁRIO RETRÔ - MATA HARI

Mata Hari, foi uma grande e exótica dançarina, além de um dos primeiros grandes símbolos sexuais da história da humanidade. Sua ousadia, seu mistério e sua vida, até hoje despertam curiosidade.
Nascida Margaretha Geertruida Zelle em 7 de agosto de 1876 na Holanda, era filha de um empresário, dono de uma loja de chapéus que foi à falência. A crise financeira que a família passaria, foi um dos fatores decisivos para o divórcio de seus pais. Mata acabou ficando com sua mãe, que morreria alguns anos depois, quando Mata estava então com 15 anos.
Após a morte da mãe,  passou a viver com seu padrinho. Depois tentou ser professora, casou-se e teve dois filhos. Com o fracasso tanto na carreira, quanto no casamento, sendo abandonada pelo marido que levou consigo a segunda filha do casal, após a morte de seu primeiro filho, que foi envenenado por uma serviçal, Mata decidiu então mudar-se para Paris, porém antes viveu por algum tempo na ilha de Java, de onde dizem que tirou seu pseudônimo, que significa "sol da manhã" em malaio e indonésio.
Já em Paris, Mata consegue alguns trabalhos como modelo, posando para artistas, além de trabalhar em um circo. Percebendo o fascínio que os parisienses tinham por espetáculos orientais, decide então trabalhar como dançarina e então finalmente a personagem Mata Hari é criada: uma dançarina exótica, misteriosa e sensual, sempre em trajes indianos, disposta a conquistar todos os homens com cargos importantes ou posições de destaque. Durante algum tempo, Mata renegou suas origens europeias, passando-se por por nativa das Índias Holandesas, filha de um rajá e de mãe indiana.
Além de dançarina, Mata também era uma cortesã de luxo, tendo caso com inúmeros militares e políticos durante a Primeira Guerra, tanto franceses, quanto alemães. Foi a partir daí que Mata foi acusada de espionagem, apesar que muitos historiadores ainda não afirmam exatamente se ela realmente exerceu essa função. Em 1917, Mata foi acusada de atuar como espiã e agente dupla, para a Alemanha e a França. Foi julgada e considerada culpada. Dois meses e meio após o julgamento, no dia 15 de outubro do mesmo ano, foi fuzilada, na cidade de Vincennes, na França.
***
DICIONÁRIO RETRÔ - MATA HARI DICIONÁRIO RETRÔ - MATA HARI Reviewed by Rodrigo Veninno on 03:13 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.