CINEMATECA - EU, ELA E A OUTRA (MOVE OVER, DARLING)

Um poema chamado " Enoch Arden", escrito em 1864 por Alfred Tennyson, um barão inglês, falava sobre um pescador, casado e pai de três filhos, que deixa a família ao receber uma oportunidade de trabalho. Durante a viagem, o pescador acaba sofrendo um acidente de barco e naufragando em uma ilha deserta com dois companheiros, que acabam morrendo e deixando o pescador só. Após dez anos, o pescador descobre que sua esposa, pensando que ele estava morto, está  agora casada com seu melhor amigo de infância e que tem um filho com ele. O pescador descobre também que um de seus três filhos morreu. Decidido a não estragar a felicidade de sua esposa, o pescador decide não se revelar vivo e acaba morrendo de decepção.
O poema chegou a ser adaptado diversas vezes para o cinema, na fase silenciosa houve três adaptações, sendo uma delas dirigida por D.W. Griffith. Em 1940, o poema ganhou uma adaptação cômica chamada "Minha Esposa Favorita" (My Favorite Wife), uma das comédias mais aclamadas da história do cinema, sendo estrelada por Irene Dunne, Cary Grant e Randolph Scott. No mesmo ano foi produzida uma versão hoje obscura e esquecida, chamada "Maridos em Profusão" (Too Many Husbands), nessa versão o marido é dado como morto e a esposa interpretada por Jean Arthur se casa com um outro homem.
Em 1962, seria produzida uma nova adaptação do poema, chamada "Something's Got to Give", com Marilyn Monroe, Dean Martin e Cyd Charisse nos papéis principais, porém a produção se tornou bastante tumultuada, devido aos atrasos e faltas de Marilyn Monroe que dizia sofrer de diversas doenças. Os atrasos e faltas de Marilyn acabaram prejudicando a produção que estava com o orçamento estourado e diversos atrasos no cronograma de gravações. Então, Marilyn acabou sendo demitida e a Fox cogitou colocar outra atriz em seu lugar e refilmar todas suas cenas, porém Dean Martin se negou a continuar no projeto e o filme não foi concluído. Chegou-se a recontratar Marilyn, porém ela acabou morrendo alguns dias depois.
No ano seguinte, a Fox resolveu trazer de volta o projeto de regravação do poema e desta vez adaptou o projeto para ser estrelado por Doris Day. Além de Doris Day, o filme conta com James Garner, Thelma Ritter e Polly Bergen. O filme recebeu o nome de "Move Over Darling". O roteiro do filme foi baseado diretamente na adaptação de 1940 (My Favorite Wife), sofrendo algumas alterações e atualizações e fazendo com que a personagem se aproximasse mais ao perfil de Doris Day.
A história do filme se mantêm fiel: após 5 anos do desaparecimento de sua mulher Ellen (Doris Day) em um acidente, Nicholas (James Garner) decide declara-la legalmente morta e decide também casar-se com Bianca (Polly Bergen). No dia do casamento de Nicholas e Bianca, Ellen reaparece e descobre através de sua "ex" sogra Grace (Thelma Ritter), que seu marido casou-se naquele dia e que está partindo em lua de mel. Ellen então decide ir atrás do casal, a fim de impedir que o casamento se consuma.
Ellen consegue impedir que o casamento se consuma, deixando Nicholas atordoado com sua volta. Agora Nicholas tem a missão de contar para Bianca toda a verdade, o que não vai ser fácil, já que Nicholas é bastante covarde. Em meio a toda essa confusão, Ellen omite do marido que durante todo o período em que esteve desaparecida e presa em uma ilha, ela não estava só, mas sim acompanhada de um outro homem bastante bonito e atraente a quem chamava de "Adão", enquanto ele a chamava de "Eva". Quando Nicholas descobre esse detalhe omitido, a confusão recomeça.
O filme chegou aos cinemas em dezembro de 1963, na época do Natal e foi um estrondoso sucesso, arrecadando mais de 12 milhões de dólares, enquanto a Fox sofria prejuízos gigantescos com o épico "Cleópatra". Doris Day foi indicada ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz Comédia ou Musical, perdendo para Shirley MacLaine em "Irma La Douce".

"Eu, Ela  Outra", foi lançado pela Classicline. Clique na capa, para maiores informações ou para comprar:

***
CINEMATECA - EU, ELA E A OUTRA (MOVE OVER, DARLING) CINEMATECA - EU, ELA E A OUTRA (MOVE OVER, DARLING) Reviewed by Rodrigo Veninno on 03:30 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.