CINEMATECA - O TEMPERO DO AMOR (THE THRILL OF IT ALL)

Em 1963, Doris Day já gozava de grande popularidade e era um dos maiores nomes de bilheteria dos cinemas. Já havia sido indicada ao Oscar, já havia feito dois filmes com Rock Hudson, fez um filme com Hitchcock e chegou a fazer alguns filmes de suspense. Mas era com as comédias e musicais que Doris Day arrebatava o público. E não seria diferente em "O Tempero do Amor" (The Thrill of it All). O filme foi baseado em uma história de Larry Gelbart e Carl Reiner, dirigido por Norman Jewison e traz Doris e James Garner nos papéis principais. A química entre Doris e Garner fluiu tão bem, que eles estrelaram mais um filme: "Eu, Ela e a Outra" (Move Over, Darling) feito logo em seguida, capitalizando o sucesso do filme anterior.
O filme conta a história de Beverly Boyer (Doris), uma dona de casa que vive feliz ao lado de seu marido, o ginecologista Gerald Boyer (Garner) e seus dois filhos. Após um jantar em que Beverly fala das excelentes qualidades de uma marca de sabão, Beverly acaba sendo contratada para fazer propaganda do sabão na televisão. Depois de cativar os telespectadores e a crítica, Beverly acaba assinando um contrato milionário e vira uma grande celebridade televisiva. Com fama e responsabilidades, Beverly acaba se distanciando da família e com isso acaba criando conflitos com Gerald. Gerald então decide se consultar com um psiquiatra e após a consulta decide dar o troco na esposa, se tornando indiferente a ela. Com isso, Beverly acaba tendo o seu trabalho afetado e terá que decidir o que é mais importante para ela: a fama ou a família.
Curiosamente, Doris Day não foi a primeira opção para o papel de Beverly, Carl Reiner escreveu o papel, tendo em mente Judy Holliday, porém na época Judy não pôde aceitar ao papel, pois enfrentava um câncer. Judy acabou morrendo dois anos depois. Com a impossibilidade de Judy aceitar o papel, Reiner decidiu então oferecê-lo a Doris Day, que prontamente o aceitou. Essa seria a primeira vez em que Doris Day aceitaria um papel que originalmente havia sido cogitado para uma outra pessoa: no mesmo ano Doris faria "Eu, Ela e a Outra", refilmagem de "Minha Esposa Favorita" (My Favorite Wife), que originalmente foi refilmado como "Someting's Got to Give", com Marilyn Monroe e Dean Martin nos papéis principais em 1962. Devido a atrasos e complicações nos bastidores, a produção de "Something's" acabou sendo cancelada e o projeto arquivado. No ano seguinte decidiram dar outra chance ao roteiro e Doris Day foi convidada para o projeto, junto com James Garner. "O Tempero do Amor" foi a 16ª maior bilheteria do ano, lucrando cerca de 11 milhões de dólares.

"O Tempero do Amor" foi lançado pela Classicline. Clique na capa, para maiores informações ou para comprar:


***

CINEMATECA - O TEMPERO DO AMOR (THE THRILL OF IT ALL) CINEMATECA - O TEMPERO DO AMOR  (THE THRILL OF IT ALL) Reviewed by Rodrigo Veninno on 03:50 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.