CINEMATECA - A FESTA DE BABETTE

A Festa de Babette (Babettes Gaestebud) foi um dos poucos filmes que conseguiram intercalar a magia do cinema, junto com o prazer de uma boa refeição, despertando os sentidos (e a gula) de quem o assistiu, inclusive até hoje a maioria dos pratos apresentados no filme, são reproduzidos por chefs ao redor do mundo. O filme é baseado em um conto de Karen Blixen (de aproximadamente 55 páginas). Foi produzido em 1987, sob direção de Gabriel Axel, sendo o primeiro filme dinamarquês a ganhar um Oscar de melhor filme em língua estrangeira.
O conto de Karen foi publicado em 1958, em uma coleção chamada "Anedotas do Destino", sob o pseudônimo de "Isak Dinesen". Para quem não sabe, em 1985 foi produzido um filme baseado em suas memórias, chamado "Out of Africa" (Entre Dois Amores), com Meryl Streep interpretando Karen Blixen. O filme se passa na Dinamarca, no século XIX. A história começa em 1871, quando Babette (Stéphane Audran) chega a um vilarejo na Dinamarca, durante uma noite de tempestade, fugindo da França durante a repressão. Ela consegue um emprego de faxineira e cozinheira na casa de duas irmãs solteiras, filhas de um pastor bastante conservador e rigoroso. Após anos vivendo com as irmãs, Babette fica sabendo que acabara de ganhar uma fortuna na loteria. Ao invés de retornar à França, Babette decide aplicar o dinheiro em um jantar em comemoração ao centenário do pastor. Os paroquianos ficam receosos com a celebração, mas acabam comparecendo ao banquete oferecido por Babette.
O menu do filme, consistia em sete pratos: Sopa de Tartaruga (Potage a’la Tortue), Panquecas de Trigo com caviar e creme azedo (Blinis Demidoff au Caviar), Codorna em massa folhada com Foie Gras e Molho de Trufas (Caille en Sarcophage avec Sauce Perigourdine), uma salada de Endívia (La Salade), Bolo de Esponja de Rum com Figos e Cerejas Cristalizadas (Baba au Rhum avec les Figues) servido com champanhe, queijos variados e frutas servidas com Sauternes, além de Café com Conhaque. Uma das curiosidades mais obscuras em relação aos bastidores do filme é que a princípio o papel de Babette foi oferecido para Catherine Deneuve, que recusou ao papel, devido às reações negativas que sempre recebeu ao interpretar mulheres comuns, sem nenhum tipo de atrativo ou sex appeal. O diretor Gabriel Axel optou por transferir a cidadezinha do conto de Karen, da Noruega para a Dinamarca, sendo essa a única mudança da adaptação cinematográfica.

"A Festa de Babette" foi lançado pela Classicline, clique na capa, para maiores informações ou para comprar:


***
CINEMATECA - A FESTA DE BABETTE CINEMATECA - A FESTA DE BABETTE Reviewed by Rodrigo Veninno on 03:20 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.