ATRIZES ESQUECIDAS - LYA DE PUTTI

Lya de Putti, foi uma das vamps do cinema mudo. Suas características eram o rosto angelical, os olhos misteriosos, o cabelo chanel (corte bastante popular durante os anos 10 e 20, sendo imortalizado por Louise Brooks em "A Caixa de Pandora") e os lábios pintados que remetiam a um coração. Seu nome de batismo era Amália Putti. Nascida na Hungria em 10 de janeiro de 1897, começou sua carreira no vaudeville húngaro. Chegou a se apresentar em Berlin, onde foi notada pelo cineasta alemão Joe May. Sua estreia no cinema ocorreu em 1918. Em 1925 faria "Variedades" (Variéte), seu papel mais famoso e importante de sua carreira. No filme, ela interpreta uma mulher que arruína uma família, ao se envolver com um homem casado e roubá-lo de sua mulher. No ano seguinte, protagonizaria uma adaptação da célebre novela "Manon Lescaut". Durante sua carreira trabalhou com os principais nomes do Expressionismo Alemão. Foi dirigida por Murnau e Fritz Lang. Dividiu cenas com nomes como Emil Jannings, Conrad Veidt,  Werner Krauss , Grete Mosheim e Lil Dagover. Em 1926, graças ao sucesso de "Variedades". foi para os Estados Unidos, onde estrelou " The Sorrows of Satan", sendo dirigida por D.W. Griffith. Em Hollywood, assinando um contrato com a Universal, não encontrou muito sucesso. Então decidiu voltar para os palcos. Após sofrer um acidente, tendo um osso de galinha preso em sua garganta, Putti acabou desenvolvendo uma infecção na garganta e ficou internada em um sanatório, onde acabou sendo vítima de uma pneumonia. Acabou falecendo aos 34 anos em 27 de novembro de 1931.











ATRIZES ESQUECIDAS - LYA DE PUTTI ATRIZES ESQUECIDAS - LYA DE PUTTI Reviewed by Rodrigo Veninno on 19:22 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.