O CASAMENTO DE PEDRA DE ROCK HUDSON

Hollywood. A fábrica dos sonhos, onde astros e estrelas da Era Dourada eram semideuses. Onde havia glamour, elegância e fama. Onde astros e estrelas eram exemplos a serem seguidos por seus fãs. Hollywood na visão popular era inocente demais e uma fábrica onde o que valia era a imagem mostrada. Mas, nos bastidores, Hollywood era cruel demais. Muitos astros e estrelas foram vítimas de Hollywood. Hollywood dava a fama, o status e o poder, mas tirava em troca, a personalidade. Hollywood não perdoava quem andava fora da curva. Vários tentaram desafiá-la e a maioria foi derrotada. Hollywood não perdoava muitas coisas: sexo, promiscuidade, infidelidade, mentiras e principalmente a homossexualidade. Ironicamente, tudo isso que Hollywood repudiava, era o que mais acontecia em seus bastidores. Rock Hudson, foi uma das célebres vítimas de Hollywood. Para manter a sua carreira, foi obrigado a renegar a sua homossexualidade, casou-se por aparências e passou a viver sua sexualidade quase que clandestinamente. Pagou um preço caro por isso, mas tornou-se uma lenda ao escancarar sua sexualidade e revelar ser soropositivo e passou a ser um ícone da causa gay em Hollywood, mesmo com algumas pessoas até hoje, repudiando a sua vida particular.
Rock nasceu em 17 de novembro de 1925. Seu nome de batismo era Roy Harold Scherer Jr.. Sua mãe era telefonista e seu pai mecânico. Durante a Grande Depressão, seu pai abandonou a família. O divórcio sairia alguns anos depois. Sua mãe se casaria novamente, porém Rock não se dava bem com seu padrasto. Na adolescência ao trabalhar em um cinema, adquiriu um amor por atuar. Após servir a Marinha durante a Segunda Guerra Mundial, decidiu morar com seu pai biológico e tornar-se ator.
A carreira de Rock começaria, após ele enviar uma foto sua a um caçador de talentos. O caçador de talentos decidiu mudar seu nome para Rock Hudson e lhe conseguiu um pequeno papel em um filme "Sangue, Suor e Lágrimas" (Fighter Squadron) de 1948. Após essa participação, assinou um contrato com a Universal, estúdio que futuramente lhe transformaria em um dos maiores astros das décadas de 50 e 60.
Após uma série de pequenos papéis sem grande expressão, Rock ganhou seu primeiro protagonista em "Anjo Escarlate" (Scarlat Angel) em 1952. No mesmo ano, ele faria "Sinfonia Prateada" (Has Anybody Seen My Gal?), o primeiro de diversos filmes com Douglas Sirk. Em 1954, Rock já gozava de uma certa popularidade, quando Douglas Sirk o chamou para mais um filme: "Sublime Obsessão" (Magnificent Obsession), filme que mudaria a vida e a carreira de Hudson. 
O filme foi um sucesso arrebatador, fazendo com que Rock se tornasse uma das estrelas mais populares daquele ano. Em 1956, ao lado de James Dean e Elizabeth Taylor (que se tornaria uma de suas grandes amigas), estrelou "Assim Caminha a Humanidade" (Giant). Outro grande sucesso de bilheteria.
Em 1959, após um período de altos e baixos em sua carreira, Rock firmaria uma de suas mais famosas parcerias: Doris Day. Ao todo fizeram três filmes juntos e se tornaram grandes amigos fora das telas. "Confidências à Meia-Noite" (Pillow Talk), revolucionou as comédias românticas e fez com que os nomes de Rock Hudson e Doris Day estivessem entre os atores mais populares nesse período.
Rock se tornaria um dos grandes símbolos sexuais das décadas de 50 e 60 e por estar sempre solteiro, começaram as especulações sobre sua sexualidade. Em 1955 chegou a ser chantageado por uma revista que ameaçava expôr sua vida particular. Embora os fãs não soubessem, a homossexualidade de Rock, era bem conhecida nos bastidores de Hollywood.
Para evitar escândalos, foi pensada uma maneira de desviar o foco de Rock Hudson. A maneira mais óbvia seria um casamento de aparências. A escolhida foi Phyllis Gates, sua secretária. Além do fato de ser chantageado, um outro fator fez com que Rock pensasse em se casar: estava perdendo bons papéis, por ser solteiro. Hollywood prezava muito a família tradicional e praticamente todos os astros e estrelas eram obrigados a se casarem, mesmo que se divorciassem depois.
Ainda assim, até hoje existem controvérsias de que o casamento foi ou não de aparências, mesmo Rock assumindo sua homossexualidade anos depois. Há histórias de que Rock estava apaixonado por Phyllis e a pressão de seu agente e do estúdio, contribuiu para que tomasse a decisão de se casar com ela. Há ainda histórias de que Phyllis sequer sabia que estava sendo usada para abafar um rumor de homossexualidade sobre Rock.
Após se casar, Rock tornou-se uma pessoa mais reservada e fechada: não dava entrevistas, se recusava a fazer materiais pra publicidade e esnobava repórteres e fotógrafos. Dizia que sua vida particular era um assunto que dizia respeito apenas a ele e ninguém mais. O casamento começou a deteriorar-se após o sucesso de "Assim Caminha a Humanidade". Phyllis passou a ser obsessiva com Rock, passando a vigiar seus passos e sendo possessiva.
Phyllis porém, disse em uma entrevista anos mais tarde que o declínio do casamento deu-se ao fato de Rock pensar apenas em sua carreira. Durante o primeiro ano de casamento, Rock era um marido fiel e exemplar. Após o primeiro ano, voltou a sair com homens. Em 1958, Phyllis entrou com uma ação de divórcio contra Rock, alegando "extrema crueldade mental". Meses depois saía finalmente o divórcio. A partir desse momento, Rock se recusou a falar sobre seu casamento fracassado.
Após o divórcio, a carreira de Hudson passou por altos e baixos. As comédias românticas reavivaram sua popularidade, enquanto filmes como "Adeus às Armas" (Farewell to Arms), "Amor à Italiana" (Strange Bedfellows), mostravam-se escolhas erradas. Rumores sobre sua sexualidade continuaram a existir. Secretamente, Rock encontrava-se com diversos homens, chegando até a desenvolver um relacionamento sério com alguns, que não duravam longo tempo, devido a personalidade difícil do astro.
Sua carreira passou a declinar no final da década de 60. Durante a década de 70 e início dos anos 80, fez diversos filmes e séries para televisão.  No início da década de 80, surgiram diversos problemas de saúde, devido à sua vida regrada a cigarros e bebidas. Em 1984, descobriria que era portador do vírus HIV e manteria sua condição em segredo por quase um ano. Depois de uma aparição ao lado de Doris Day, começaram as especulações sobre sua saúde. A princípio especulavam que Rock estava com câncer no fígado.
Após um mês de especulações, a agente de Rock, confirmou que o astro era portador do HIV. Após divulgar sua condição, Rock que sempre tentou esconder sua orientação sexual, viu-se sendo bombardeado por diversos comentários a respeito de sua vida sexual. Naquela época, o HIV era relacionado principalmente aos homossexuais e por medo, Rock a princípio disse que acreditava ter contraído o vírus através de transfusões de sangue realizadas anos antes durante uma cirurgia.
Rock Hudson acabou enfim assumindo a sua homossexualidade e ganhou o apoio de diversas celebridades e tornou-se um "rosto" na luta contra o HIV, como também um exemplo de coragem ao assumir a sua orientação sexual. Chegou até a escrever uma autobiografia ao lado de Sara Davidson, revelando aspectos de sua vida íntima e principalmente sobre sua homossexualidade. 
Em 2 de Outubro de 1985, Rock morreu durante o sono, aos 59 anos. Pediu para que não houvesse nenhuma cerimônia fúnebre. Durante todos esses anos, Rock foi considerado um símbolo da causa gay, por ter tido a coragem de assumir após muita resistência, a sua homossexualidade e sua condição de soropositivo. Infelizmente, algumas pessoas ignorantes, o julgam por seu estilo de vida, mas ele foi forçado a viver sua sexualidade de forma marginal, em nome do sucesso. Rock Hudson foi uma das centenas de vítimas do sistema criado por Hollywood e ele foi muito corajoso por tentar derrubar esse sistema nos momentos finais de sua vida.

"O medo é uma das piores coisas da vida. (...) Um sentimento horrível como uma doença que não se pode controlar. Não gosto das coisas que não posso controlar."
O CASAMENTO DE PEDRA DE ROCK HUDSON O CASAMENTO DE PEDRA DE ROCK HUDSON Reviewed by Rodrigo Veninno on 16:52 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar!!!

Tecnologia do Blogger.