ATRIZES ESQUECIDAS - JETTA GOUDAL

Jetta Goudal foi uma das grandes estrelas do cinema mudo. Chegou a ser uma das musas de Cecil B. DeMille com quem travou uma briga judicial que lhe custou a carreira. Seu nome verdadeiro era Julie Henriette Goudeket, nascida na Holanda, em uma família judia. Começou sua carreira nos palcos, viajando pela Europa em apresentações. Quando se mudou para Nova York, escondeu sua origem judaica, dizendo que havia nascido em Paris. Sua primeira aparição nas telas foi em 1922, em uma pequena ponta. Seu primeiro papel importante veio em 1923 no filme "The Bright Shawl", mas seria em 1925 em " Salome of the Tenements", que Jetta ganharia reconhecimento. Graças ao seu desempenho em " Salome of the Tenements", Jetta despertou a atenção de Cecil B. DeMille. que a convidou para trabalhar com ele. A parceria entre ambos deu certo e Jetta se tornou uma das líderes de bilheteria dos anos 20, mas a parceria acabaria de uma forma bastante dramática. Jetta era uma atriz que lutava por melhores condições de trabalho para os atores e batia de frente com DeMille. Posteriormente, DeMille a demitiu, alegando que Jetta era "uma atriz muito complicada de se trabalhar". Jetta então entrou com um processo contra DeMille e seu estúdio. Jetta ganhou a ação, pois DeMille alegou que ela lhe causava diversos prejuízos de produção de filme, mas ele se recusou a mostrar em juízo, documentos que provassem isso. Jetta acabou tendo sua carreira sabotada por processar DeMille, ter a fama de ser uma "atriz difícil" e por lutar pelos direitos trabalhistas dos atores. Diversos estúdios e diretores se negaram a trabalhar com ela. Após o processo contra DeMille, ela estrelou poucos filmes e encerrou sua carreira em 1932, aos 41 anos. 








Postar um comentário

0 Comentários