RESENHA - CINEMA PRE-CODE - OBRAS-PRIMAS DO CINEMA

 

A Obras-Primas do Cinema, trouxe para o mercado uma nova caixa temática: Cinema Pre-Code. A caixa que conta com a minha curadoria, traz quatro clássicos do período mais polêmico de Hollywood. O Pre-Code é um termo usado para filmes produzidos entre 1930 a 1934, época em que havia uma censura branda nos filmes de Hollywood. Por causa de diversos filmes que chocaram o público, em 1934 foi criado o Código Hays, um gabinete que censurava os filmes com maior rigidez. A partir de então, muitos assuntos que eram abordados livremente durante o Pre-Code, passaram a ser proibidos ou tratados com sutileza. Os filmes que compõem a caixa são: "Santa Não Sou", "Serpente de Luxo", "O Cântico dos Cânticos" e "Levada à Força". Da seleção, apenas "Santa Não Sou" e "Serpente de Luxo" haviam sido lançados por aqui, inclusive "Serpente de Luxo", havia sido lançado pelo selo Colecione Clássicos em péssima qualidade. Desta vez, o filme retorna com qualidade de imagem e som muito superiores ao lançamento anterior. Nos extras, há diversos especiais sobre "Levada à Força", filme que de tão polêmico, passou anos esquecido e sendo exibido na televisão dos EUA apenas na década de 60. Há também um especial sobre Cinema Pre-Code, narrado e roteirizado por mim e produzido por Camila Hortêncio.





Capturas
Clique para ampliar



















































"Cinema Pre-Code",  já está disponívl para compra no site oficial da empresa, Colecione Clássicos. Clique na foto abaixo e seja direcionado para o site da distribuidora e confira os últimos lançamentos, além do catálogo disponível. Os lançamentos da Obras-Primas do Cinema, você também encontra nas lojas: Amazon e Vídeo Pérola.

Comentários

Mais Visitados